Lançado em 1987, o filme RoboCop traz como personagem principal um policial da cidade de Detroit que foi morto em uma emboscada por um grupo de criminosos e que, posteriormente, através de um programa da empresa Omni Consumer Products é revivido e se torna um ‘cyborg’.

Não há, neste mundo, uma pessoa sequer que não tenha assistido aos filmes do Robocop, principalmente de 2014 pra cá, pois fizeram uma nova adaptação, mais futurista, mas que manteve a sequência histórica dos primeiros três filmes.

A “AUTO-9” é uma adaptação da Beretta 93R, arma lançada pela famosa marca italiana nos idos anos 70, e é derivada do modelo 92FS, calça o calibre 9mm Parabellum (9×19) e foi projetada para dar maior poder de fogo para unidades especiais italianas conhecidas como Nucleo Operativo Centrale di Sicurezza e Gruppo di Intervento Speciale, sendo utilizada posteriormente por diversas outras forças militares.

O que difere esta arma das demais, é a possibilidade de efetuar disparos em três modos: intermitente, limitada (3 disparos) e rajada plena (full auto).

A Beretta 93R também conta com um ‘grip‘ frontal, cano um pouco mais longo e carregadores estendidos.

A Auto9, já adaptada para os filmes do RoboCop:

Comentários do facebook: